105 votos

A Bolha

por Michelli Moller | SC - Brasil
Descrição do Projeto

Bem vindos a Bolha, um momento para você se perceber e acordar sensações adormecidas e assim utilizá-las para aliviar suas tensões e stress cotidiano, proporcionando saúde e bem estar físico e mental.
O que você faria se fosse convidado a entrar em uma bolha? Sim, uma bolha livre de toxinas, poluição, stress, um lugar límpido e tranquilo, e pudesse permanecer lá algumas horas?
Essa é a pergunta que me fiz há alguns anos atrás, e resolvi que queria criar essa bolha, um lugar só meu, quando eu precisasse recarregar as energias eu entraria lá e ao sair tudo seria melhor! Um sonho...
Você deve estar me perguntando:
- Esse lugar não existe? Não tem como criar!...
Eu também pensei que não existia, e que seria algo muito difícil de criar. Pensei em estruturas mirabolantes, em investimentos caros, algo que jamais estaria ao meu alcance financeiro e intelectual. Até que eu percebi que as pessoas reagem a sensações, e são movidas a experiências, sejam positivas ou negativas, e isso reflete no bem estar de cada um.
Então eu percebi que eu já havia criado essa bolha há algum tempo, e que já estava proporcionando melhora na qualidade de vida de algumas pessoas, os relatos vinham e passavam despercebidos. Comecei a prestar atenção nas reações que meus pacientes apresentam quando entram em meu consultório. Uma salinha de poucos metros quadrados, anexa a minha casa que preparei com muito cuidado para poder atendê-los. Um local simples, tranquilo, está sempre limpinho, o cheiro é agradável, uma musiquinha ambiente, lençóis branquinhos, toalhas macias, tratamentos que ajudam a retirar as tensões e facilitam a retirada de toxinas do organismo e um ouvido amigo para quando precisam falar. Parece simples, mas é o melhor lugar que poderiam estar! Poder tirar 2 horinhas do dia para passar no meu consultório e desfrutar de boas sensações deixam meus pacientes mais felizes.
Diante desse fato pensei, e se eu pudesse levar essa bolha para outros lugares? Proporcionar essas sensações para mais pessoas, ensinar as pessoas a se perceberem, a reconhecer os sinais que nosso corpo nos mostra todos os dias. Mostrar para as pessoas que não precisa investir muito, nem financeiramente, nem temporalmente falando. Já que ninguém tem tempo para nada hoje em dia!
Definido que levaria essa bolha para outros lugares, me deparei com outro problema! Como eu poderia estar em vários lugares ao mesmo tempo? Bem, eu poderia treinar pessoas, criar uma franquia de salas iguais a minha, assim teria um projeto legal e conseguiria proporcionar essas sensações para um número maior de pessoas. Ou poderia comprar um trailer, montar um consultório em cima de rodas e viajar Brasil a fora. Ou simplesmente eu poderia estar aqui e agora, em qualquer lugar, reunir as pessoas, criar esse ambiente e fazer as sensações despertarem. Assim surgiu a ideia da palestra sensorial.
E por que A BOLHA? O nome do meu espaço chama Spaço da Mi, mas meu projeto chama “A Bolha”, porque desde que resolvi tomar uma autoconsciência de minhas ações perante o universo em que vivemos as pessoas me criticavam e falavam que para viver assim ou para criar meus filhos da maneira como eu relatava, só se eu me trancasse em uma BOLHA com eles. Eu percebi que criei várias Bolhas, horas me tranco em uma, horas me tranco em outra... E vou vivendo minhas experiências e aquilo que acredito ser o meu ideal de vida.
Porém as mesmas pessoas que me criticavam, no decorrer desses anos começaram a demonstra interesse por essas mudanças, algumas também passaram por esse processo de autoconscientização e vinham me pedir ajuda. Com isso eu percebi que as pessoas tem interesse em estar comigo nessa bolha, mas muitas vezes não sabem como entrar, ou qual o caminho para criar a sua própria bolha. Assim defino meu projeto e justifico seu nome. Vamos estourar essa Bolha por aí?



Descreva o seu projeto em uma linha

Despertando sensações para um bem estar físico e mental.



O que o mundo perde se o seu projeto não existir?

Auto conhecimento, qualidade de vida e LEVEZA, perde autenticidade e prazer em degustar o simples!



Qual o plano de distribuição para o seu projeto? Como você alcançará usuários ou clientes?

A ideia inicial era aplicar a palestra para empresas, pois como fisioterapeuta, acredito que apenas ginástica laboral, estica e puxa de 15 minutos semanais não previnem doenças nem tão pouco conscientizam as pessoas sobre a real necessidade de PREVENIR doenças. Mas como não consegui entrar nesse mercado AINDA, aplico a palestra para pequenos grupos de pessoas, interessadas ou curiosas em saber sobre o que se trata a Bolha.



Conte-nos sobre um desafio que você viveu com o seu projeto e como ultrapassou esse desafio

Fui convidada a levar a palestra para crianças de 5 a 8 anos, no colégio que meu filho estuda. Poxa como falar de algo tão complexo, essa máquina que nos move e desperta tantas sensações, para crianças? Pensei, tenho que criar um meio de prender a atenção dos pequenos, e pior, passar o conteúdo em 20 minutos, pois esse é o tempo que uma criança nessa idade consegue manter sua atenção. Criei a Bolha Kids - desenvolvi um caça tesouro, para encontrar o tesouro as crianças deveriam procurar pistas escondidas dentro do próprio corpo, no final, o tesouro escondido dentro de um baú de madeira seria revelado, para surpresa dos pequenos! Coloquei um espelho dentro do baú, e quando o baú abriu eles conseguir enxergar o bem mais precioso que possuem, eles mesmos! Foi sensacional a reação das crianças! Algumas ficavam espantas, outras falavam: - É só um espelho!



Sobre a equipe
Portfólio | Site: www.facebook.com/VemPraBolha
Img default user Michelli Moller
Team Leader