1633 votos

Notes Solidários da Preta

por Buh D'Angelo | SP - Brasil
Descrição do Projeto

A InfoPreta nasceu em 2013 com o intuito de proporcionar para todas as mulheres e transgêneros (ou que se sintam mulheres) moradoras periféricas em situação de vulnerabilidade o acesso facilitado a computadores e a manutenção de seus computadores com preços acessíveis e muitas vezes gratuitos, e nas comunidades que residem construímos centros de informática e bibliotecas para auxiliar nos estudos.

Em 2014 a empresa realizou o seu principal objetivo com a obtenção de notebooks e CPUs para a campanha Notes Solidários da Preta. Que engloba o reparo e conserto de computadores obtidos e recolhidos através de doações voluntárias por pessoas aleatórias e principalmente incentivando o descarte correto dos eletrônicos e a reciclagem diferenciada desses itens, que muitas vezes são descartados de modo incorreto, para serem consertados e doados pela InfoPreta e doados à mulheres estudantes matriculadas regularmente em ensino superior e com boas notas ou seja, a InfoPreta tem como intuito a potencialização da formação de mulheres/transgêneros ou que se considerem mulher em situação periférica através do acesso à computadores e notebooks, consequentemente democratizando o acesso à internet.
A InfoPreta abrange em seus conteúdos no Facebook, Youtube e nas oficinas e cursos, a inclusão social e digital de mulheres na área de tecnologia, ilustrando de forma clara e objetiva alguns princípios de computação e informática, além de instruir a manutenção de CPUs e notebooks.
A iniciativa quebra a crença da unanimidade de homens na área de TI.
As seguidoras da InfoPreta se sentem empolgadas com a possibilidade de entenderem na prática como funciona e como consertar seus próprios computadores e/ou receber a doação de um notebook.
Lembrando que as contempladas pela doação de notebooks passam por um pequeno processo de critérios, para que realmente os equipamentos sejam destinados as pessoas em situação de vulnerabilidade.
Os critérios consistem em a donatária ser considerada mulher, preferencialmente negra, de baixa renda, matriculada em ensino superior. Após a doação a InfoPreta acompanha a vida dos notebooks e seus novos donos, exigindo a cada bimestre a apresentação do boletim do discente incentivando a manutenção de boas notas.



Descreva o seu projeto em uma linha

Inclusão social e digital para estudantes nas comunidades periféricas.



O que o mundo perde se o seu projeto não existir?

O mundo e a sociedade sempre falam sobre igualdade e inclusão mas dificilmente colocam em prática nos lugares que realmente precisam e que quase ninguém vê, com esse projeto visamos dar oportunidades para jovens negros e negras das comunidades, sempre incentivando os estudos e melhoria de vidas, o maior índice de evasão escolar é de jovens negros e negras porque o ambiente escolar tanto de escola pública ou particular são muito hostis, sendo assim queremos estimular os jovens mais velhos a continuarem o ensino superior e terminar, mostrando eles como exemplo e representatividade para os jovens que estão na fase colegial e escolar também, mostrando que existem outros mundos e caminhos, que existem pessoas iguais á eles, que podem ser eles no futuro.



Qual o plano de distribuição para o seu projeto? Como você alcançará usuários ou clientes?

A distribuição é feita pelo facebook sempre informamos as máquinas prontas e pedimos que as pessoas compartilhem e marquem os estudantes que estão necessitando de um equipamento para a faculdade, o alcance é de 600 mil pessoas na publicação, geralmente o notebook é para uma pessoa mas nessa conseguimos doar para 3, 4 jovens de áreas diferentes. A empresa é a única no ramo que trabalha com mulheres negras e transsexuais no ramo de tecnologia e assistência técnica.



Conte-nos sobre um desafio que você viveu com o seu projeto e como ultrapassou esse desafio

Todos os dias temos desafios, principalmente quando são jovens de outros estados que não tem dinheiro nem disponibilidade de vir até são paulo buscar, então sempre procuramos pessoas que estão vindo para São Paulo ou indo para o estado e que podem ajudar no projeto, levando gratuitamente os equipamentos para os jovens. Esse foi um desafio superado e inovado porque além de superação, nós fazemos a integração de outros estados e voluntários.



Sobre a equipe
Img default user Buh D'Angelo
Team Leader
Img default user Uanna Mattos
Marketing
Img default user Fernanda Lira
Técnica