2108 votos

Papá Pra Bebê

por Alyne do Vale Bezerra | CE - Brasil Votar Agora!
Descrição do Projeto

Era uma vez... Um projeto que começou porque deu tudo errado. Mesmo. Na vida, no trabalho, nos sonhos. Uma mãe de primeira viagem, administradora, professora, filhos gêmeos, bebês de apenas 5 meses, que começariam a introdução alimentar. Uma mãe que voltaria ao trabalho após a (curta) licença maternidade. Só que esses filhos viviam doentes e a Mãe não sabia o porquê. Descobriu: alergia a leite de vaca. Muda o leite. Volta ao trabalho.

Começa a fase das comidinhas. A Mãe trabalha muito, não tem tempo, mas tem que ter. Mãe não tem direito de não ter tempo. Então ela vai lá, a Mãe. E passa a madrugada cozinhando, preparando as comidinhas, porque mãe se importa, quer dar sabor, variedade, textura, quer seguir o manual do Ministério da Saúde. Isto dá muito trabalho. As comidinhas estragam, só duram 3 dias. Ela congela, fica feio, cheio de água, cor desbotada, ela não confia. Bebês alérgicos não podem comer fora de casa, é perigoso. Então não tem jeito, a Mãe cozinha.

"Quem poderá me ajudar?", pensa a Mãe. Só que não tem Chapolin nessa história, porque na vida, heroína de verdade é mãe.

E a Mãe tem uma idéia, fruto da sua necessidade: Por que não criar uma empresa com refeições especializadas para crianças de 6 meses a 6 anos, com um método de congelamento seguro, que mantivesse a qualidade nutricional, sabor, cor, textura, com embalagem BPA Free? A Mãe tinha amigas mães, que tinham essa necessidade também, de ir trabalhar e ficar tranquilas porque os bebês iriam comer bem: colorido, gostoso, saudável.

A Mãe também tinha uma Irmã, que era nutricionista, que era tia, que também amava e se preocupava com a alimentação dos sobrinhos. E de todas as outras crianças que vivem em um mundo onde o fácil, muitas vezes, não é saudável de verdade.

E o amor e cuidado da Mãe e da Tia, da Administradora e da Nutricionista, ganhou nome: Papá Pra Bebê. Foram 6 meses elaborando, testando, experimentando e balanceando as primeiras refeições. E o Papá Pra Bebê nasceu. E a Mãe viu que tinha sim, muitas outras mães precisando de apoio, de Papá. E a empresa começou a crescer, mas a Mãe ainda trabalhava fora, então o Papá ainda não era o foco principal.

2016, a Mãe engravidou novamente. Três filhos, século XXI? "A Mãe é louca, só pode ser!", pensam as outras mães. Mas ela segue em frente, trabalha fora, cuida dos filhos, da casa, do marido, do Papá. A Mãe aguenta, com paciência de Jó e fé de Abraão. Esse é o lema da Mãe.

2017, o bebê nasce, três filhos, licença maternidade. "Tá tudo certo, tô conseguindo", acredita a Mãe. E dá tudo errado de novo. Como tantas outras mães, a Mãe é demitida quando volta da licença. "Você está em outro momento", diz o chefe da Mãe, que nem perguntou se ela se sentia em outro espaço, outra realidade, se ela mudou tanto que não sabia mais ser professora, pois ser mãe é muito. E é mesmo.

E, depois do choque, a Mãe acreditou que era o ponto da virada. Que era a vida dando um presente. Agora é a vez do Papá, que não deixa de ser um filho. Que já entregou mais de 25.000 comidinhas saudáveis desde a sua primeira entrega, no início de 2016. Que pode ser consumido por tantas crianças com e sem alergias alimentares. Que é tão seguro que ja viajou tranquilamente (e entrou) em países com Estados Unidos, Alemanha, França, Portugal, Chile, Argentina, Colômbia, Uruguai, além do Brasil inteiro.

O Papá é sustentável, sabe por quê? Porque se preocupa com a sociedade, o meio ambiente e a economia. Como?
- É sustentável para a sociedade pois traz segurança, tranquilidade e um suporte para as famílias que precisam trabalhar fora, não tem ajuda doméstica e buscam oferecer qualidade nutricional aos seus bebês. É pensar no futuro da sociedade.
- É sustentável porque usa métodos seguros de armazenamento, gera pouquíssimo lixo em seus processos, é "clean label", pois utiliza quase que 100% de seus insumos frescos, embalagem BPA Free. É pensar no futuro do meio ambiente.
- É sustentável porque se insere no contexto econômico familiar atual, onde famílias não tem babás, funcionárias e diaristas para ajudar no trato doméstico. Onde pais e mães trabalham fora o dia inteiro, compram alimentos no supermercado que acabam estragando e indo para o lixo pela pura falta de tempo para prepará-los. É pensar no futuro da economia.

Então, sabe o que é mais lindo disso tudo? É que nada estava errado, como pensou a Mãe. Estava tudo certo. Ela que não sabia, não entendia, não enxergava. Seus problemas mudaram a sua vida, seus filhos lhe deram outra profissão, seu chefe deu o pontapé inicial para esse negócio crescer e aparecer.

Era uma vez... um projeto que começou porque deu tudo certo. Mesmo. Na vida, no trabalho, nos sonhos. Uma mãe de três filhos, um negócio e todos os sonhos, dedicação e coragem para seguir em frente. E vencer. Com paciência de Jó e Fé de Abraão.



Sobre a equipe
Portfólio | Site: www.papaprabebe.com.br
Img default user Alyne do Vale Bezerra
Team Leader
Img default user Claudenice Medeiros
Auxiliar de cozinha
Img default user Mayara Silva
Auxiliar de cozinha
Img default user Thatianne Melo
Gerente
Img default user Cristina Oliveira
diretora de produção
Img default user Nayana do Vale
sócia